segunda-feira, 8 de julho de 2019

Um pouco de poesia e saudade...



MEUS OITO ANOS

Oh! que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais!
Que amor, que sonhos, que flores,
Naquelas tardes fagueiras
À sombra das bananeiras,
Debaixo dos laranjais!
Como são belos os dias
Do despontar da existência!
— Respira a alma inocência
Como perfumes a flor;
O mar é — lago sereno,
O céu — um manto azulado,
O mundo — um sonho dourado,
A vida — um hino d'amor!
Que aurora, que sol, que vida,
Que noites de melodia
Naquela doce alegria,
Naquele ingênuo folgar!
O céu bordado d'estrelas,
A terra de aromas cheia
As ondas beijando a areia
E a lua beijando o mar!
Oh! dias da minha infância!
Oh! meu céu de primavera!
Que doce a vida não era
Nessa risonha manhã!
Em vez das mágoas de agora,
Eu tinha nessas delícias
De minha mãe as carícias
E beijos de minhã irmã!
Livre filho das montanhas,
Eu ia bem satisfeito,
Da camisa aberta o peito,
— Pés descalços, braços nus
— Correndo pelas campinas
A roda das cachoeiras,
Atrás das asas ligeiras
Das borboletas azuis!
Naqueles tempos ditosos
Ia colher as pitangas,
Trepava a tirar as mangas,
Brincava à beira do mar;
Rezava às Ave-Marias,
Achava o céu sempre lindo.
Adormecia sorrindo
E despertava a cantar!
................................
Oh! que saudades que tenho
Da aurora da minha vida,
Da minha infância querida
Que os anos não trazem mais!
— Que amor, que sonhos, que flores,
Naquelas tardes fagueiras
A sombra das bananeiras
Debaixo dos laranjais!

Obrigada pela visita e pelos gentis comentários! Tenha um ótimo dia! Thank you for your visit and for your kind comments!Have a lovely day!

18 comentários:

  1. I put this on the translator--and how we do...love and lost our childhood, very lovely poem, that can be interpreted so many ways! Adorable photo of children, perhaps you and your siblings. Sweetness!

    ResponderExcluir
  2. We have many vivid childhood memories, don't we? Was this poem written by you? This is a treasured photo of you with family. Are you the middle child?

    Happy July days, Maristella.

    ~Sheri

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. This poem was written by Casimiro de Abreu,a great and famous poet in the Portuguese language.I am not the middle child,I am the other one!Happy July days,dear Sheri!

      Excluir
    2. You two girls look alike.....beautiful girls with sweet smiles. : )

      Excluir
  3. Oh how beautiful, Maristella. The photo is is so very sweet♥

    ResponderExcluir
  4. Como é bom recordar o tempo em que fomos felizes sabe bem minha amiga estas "viagens" ao passado, aproveito para desejar uma boa semana.

    Andarilhar
    Dedais de Francisco e Idalisa
    O prazer dos livros

    ResponderExcluir
  5. Uma linda menina !!!!
    Não tenho suadades do que já fui...só pena do tempo que passa…
    Bjs
    Anna

    ResponderExcluir
  6. What a sweet picture, Maristella! I’m guessing that it’s you with your siblings? The poem was so thoughtfully and beautifully written.

    ResponderExcluir
  7. Such a lovely photo of your family! And a beautiful poem to go with it.
    Amalia
    xo

    ResponderExcluir
  8. Oh Maristella, the photo is so cute!
    The poem is beautiful (even though translated by Google)...
    I don't miss my childhood but I miss the times when my son was a child. :D
    Big hugs!

    ResponderExcluir
  9. they are so cute. i couldn't find your translator button so i can't understand what you are saying here...but thanks for visiting me.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. After a long time(years...LOL!)I have just learned how to add a translator button to my blog.Thank you for your visit!

      Excluir
  10. Gracias por tu visita y aportacion.
    Te lo agradezco mucho
    Cuidate mucho
    Besos

    ResponderExcluir
  11. Um postagem muito bela... que nos remete, para as doces, alegres e despreocupadas recordações de infância!... Gostei muito! E adorei a foto... que não poderia combinar melhor com a sensibilidade do poema escolhido!...
    Eu confesso, que tenho um misto de boas e menos boas recordações da minha infância... foram anos muito felizes... ainda que muito marcados pela doença do meu pai! Mas foram como tinham de ser... e não puderam ser de outra forma... não havendo nada a lamentar por isso... bem pelo contrário... obrigaram-me a crescer depressa... mas a manter um espírito jovem para o resto da vida... já que a minha juventude, foi um pouco cheia de preocupações... nada como trazer a juventude, para a maturidade... para compensar!... :-))
    Um beijinho grande, Maristella! Continuação de uma óptima semana!
    Ana

    ResponderExcluir
  12. Love your sibling picture to go with that poem. There are a few things I miss from my childhood, especially my parents, I so miss them now that they are gone, but so wonderful that we can hold on to our memories.

    ResponderExcluir
  13. Beautiful photo and lovely poem, Maristella!

    ResponderExcluir
  14. Bela foto. Três lindas crianças. É sempre bom recordar! Beijinho

    ResponderExcluir